Musica do Dia

Translate

sábado, 2 de novembro de 2013



Gostaria de fazer um breve comentário sobre algumas menções feitas em um poema escrito por uma escritora de origem portuguesa que viveu no final do século dezoito, de nome Florbela causou grande impressão entre seus pares e entre literatos e público de seu tempo e de tempos posteriores. Mais não estou aqui para fazer uma biografia desta tão renomada escritora, mas não posso deixar de perceber que em um dos seus poemas ela afirma tão impetuosamente, O que de bom me deu Nosso Senhor! Denegando a possibilidade de um propósito que Deus tem na vida de cada um, e que tem concedido também Dons a todos os seres humanos, pois ele quer que todos nós venhamos a chegar ao pleno conhecimento desse propósito que este imposto em Jesus e exposto na Bíblia e em tudo que ele criou, mas o que ele quer de fato é alterado por nossas infelizes escolhas frustradas por nossa visão limitada, para não ser muito extenso só mais um comentário a respeito do parágrafo que ela menciona o seguinte (angústia funda, sem remédio) neste poema vejo uma demonstração de profunda infelicidade, palavra que a visão acadêmica nos explica colocando da seguinte forma que a infelicidade e uma fator psicológico que atua na ária da emoção originado por algum tipo de frustração, da mesma forma o estado emocional triste.
A divergência entre infelicidade e a tristeza e que a tristeza representa um estado emocional passageiro e a infelicidade um estado emocional duradouro
Ai que vem o Q da questão como Cristão passo por momentos de tristeza mais a minha infelicidade eu deixei quando o espírito de Deus que vem a nos em nome de seu filho Jesus  passou a habitar em mim e mudou meus pensamentos que fixaram em uma esperança não passageira que esse mundo oferece mais eterna que é o que Jesus  nos promete. Ele nos diz assim Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16
Então concluímos que por mais funda que seja a angustia Jesus é o remédio.

Autor : Robson Luis de Paula.


Nenhum comentário:

Postar um comentário